Pular para o conteúdo principal

Yu Yu Hakusho - Daydream Generation

Geração que Sonha Acordada
Hiro Takahashi



Mabuta no ura ni akogare dake
Ukabete nemuru kisetsu ni Good-bye
Tooku kirameku yasashisa yori
Tada hitotsu wagamama ga hoshii
Tsumetai garasu no machi o kugurinukete
Sono te ni furetai Kimochi tashikametai

Me o akete miru yume dake
Tsuyoku dakishimete iru yo
Kaze ga fuite Ame ga futte Kokoro wa yurete mo
Me o akete miru yume nara
Ima wa kizutsuite mo ii
Kono sora ga katte na hodo
Sunao ni nareru yo

Kizutsuitara dare mo ga kodoku de munashisa ni sukoshi nareta Lonely
Shiraketa Hirusagari no heya de
Fusaida kao o mochiageru
Matomaranai disukasshon Buchikowashite
Aidia butsukeyö Fukigen na ashita e

Me o akete miru yume ni wa
Kanari toge ga aru no darö
Hito o shinji Uso o shitte Namida ga itai yo
Me o akete miru yume ni wa
Itsu mo furimawasareteru
Kono machi ga katte na hodo
Suterarenai no sa

Me o akete miru yume dake
Kitto tegotae ga aru sa
Suki o tsuite Mune o ketta Dare ka no omokage
Me o akete miru yume nara
Ima wa setsunakute mo ii
Kono ai ga katte na hodo
Bane ni shite iru no sa

Refrão

Refrão


Na hora de dormir, sinto apenas ânsia
Por trás das minhas pálpebras "Adeus"
Ao invés da bondade que brilha longe,
prefiro um egoísmo único
Atravessando a cidade de vidro gelado
Quero tocar na sua mão, para ter certeza do que sente

Quando abro os olhos,
Estou segurando fortemente apenas o meu sonho
Mesmo que o vento sopre,
que a chuva caia, que o coração bata
Quando abro os olhos, se for pelo meu sonho,
Não tem problema eu me ferir
Este céu está ficando tão obediente quanto egoísta

Todas as pessoas, quando ficam feridas, estando solitárias,
Se acostumaram um pouco com o vazio "Solitário"
Num quarto, num pôr-do-sol esbranquiçado,
Tapo o meu rosto e levanto-o
Vamos acabar com discussões que não levam a nada,
Vamos atirar uma idéia nesse amanhã mal-humorado

Quando abro os olhos,
vejo que no meu sonho tem muitos espinhos
Eu acredito nas pessoas, conheço as suas mentiras,
Minhas lágrimas doem
Quando abro os olhos, meu sonho sempre mostra quem sou
Esta cidade é tão egoísta,
Que não pode nem ser jogada fora

Quando abro os olhos,
meu sonho certamente tem uma resposta:
O rastro de quem se aproveitou e chutou o meu coração
Quando abro os olhos, se for pelo meu sonho,
Não importa que agora seja árduo
Este amor é tão egoísta,
que parece até uma mola

Refrão

Refrão

Tradução: Thiago Legionário

Comentários